Publicado em: 16/11/2021

 whatsapp

A pandemia que parou o mundo – ao que parece – vai arrefecendo e a pergunta que não quer calar, especialmente no setor da Hotelaria, é: como serão as coisas agora, a partir da “retomada”?

No pós-Covid-19, com o turismo adotando cautela para idealização e implementação de novas políticas que tragam de volta a possibilidade real de viagens, uma coisa é bastante certa: as já tão conhecidas formas de hospedagem, tanto no Brasil como no exterior, são coisas do passado.


De verdade, é para esquecermos.

  

Fato é que, com a incerteza pairando no ar, se pretensos hóspedes não sentirem total confiança na limpeza e na desinfecção das instalações dos estabelecimentos em que pretendam se acomodar, pode esquecer, a chance desses negócios não resistirem à crise é grande. Aliás, é enorme.


Por isso, no afã de recuperarem o movimento (e cuidando para que o risco de transmissão de Covid-19 seja o menor possível), muitos hotéis, de diferentes portes, já estão adotando alguns procedimentos de segurança, à medida que as reservas começam a ser retomadas.


Algumas delas são: obrigatoriedade de medição de temperatura do staff, de fornecedores e dos hóspedes; reorganização das áreas públicas, respeitando as regras de distanciamento; distribuição de estações de higienização pelos espaços comuns, como entradas de restaurantes, elevadores, academias, spa e banheiros; exigência de preenchimento, por parte dos hóspedes, de um formulário de declaração sobre os detalhes recentes da viagem.

 

Pois é...absolutamente nada será como antes!



[Fonte: gourmetviajante.com.br]

Últimas Notícias

Assine nossa newsletter